Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 12 de dezembro de 2010

Uma campanha cristã muito inútil!

Dizer que os não-crentes são obrigados por Deus a viverem debaixo do mesmo padrão dos crentes, não pela graça especial, mas por força externa coerciva, é trocar as prioridades do Reino de Deus. (Norma Braga)

Penso nisso! O cristianismo não é o islamismo. A obediência aos princípios bíblicos não é uma imposição, mas uma decisão do coração regenerado pelo Espírito Santo. Então, em lugar de tentar convencer seus amigos bêbados que “encher a cara” é pecado, simplesmente apresente Cristo, o único que libertará essa vida dos vícios destrutivos! Primeiro se evangeliza para depois ocorrer o discipulado. Não podemos inverter os papéis.

Hoje, inúmeros jovens evangélicos fizeram a campanha “EU VOU CASAR VIRGEM” no microblog Twitter. Ora, do que adianta essas campanhas? Só gerou inúmeras piadas e debates inúteis naquele espaço entre pessoas não-cristãs que acham um absurdo a preservação da virgindade. Eles jamais vão respeitar a posição dos cristãos!

Não adianta. Muitos princípios cristãos só serão aceitos pelo homem regenerado. É melhor a campanha “NECESSÁRIO É NASCER DE NOVO” do que uma afirmação da virgindade. Essa campanha é a mesma coisa que afirmar “EU NÃO VOU ROUBAR NINGUÉM NA MINHA VIDA” ou “EU VOU SER HONESTO COM TODOS”. São expressões vazias e sem sentido para a conversão de uma alma necessitada do perdão de Deus.

Evangelizar não é afirmar que casará virgem, mas sim apresentar Cristo para aquele que não nasceu de novo! Não podemos perder o foco!


13 comentários:

Alex Fajardo disse...

Chamo essas campanhas de buzina de avião, não serve para nada !

L. H. Dessart disse...

Isso demonstra parte da alienação auto imposta pelas igrejas e pelos próprios cristãos, que já não conseguem mais entender as necessidades da sociedade. Querem doutrinar, não evangelizar.

João Carlos Ferreira Batista disse...

Acho isso totalmente inútil,como disse o irmão,é como buzina de avião não serve pra nada.caro irmão,essa sua visão foi muito bem colocada,não adianta atacarmos as pessoas,atacarmos seus vícios,precisamos é pregar o evangelho de Cristo para que assim as almas venham a ser regeneradas.

A paz do Senhor Jesus!

Tiago Noronha disse...

A paz do Senhor, caro Gutierres!

Vim conhecer seu espaço digital e parabenizá-lo por tão boas postagens.

Aproveitando esta oportunidade, lhe faço um convite para conhecer o blog do Tiago Noronha, que criei recentemente para, também, discorrer sobre assuntos que merecem serem debatidos no meio cristão.

Sou seu novo seguidor!

Paz. blogdotiagonoronha.blogspot.com

jurandir alves disse...

CAro Gutierres,

Como diriam os politicos, data venia meu amigo para discordar em parte do texto e dos comentarios. Acho valida sim, qualquer atitude na qual alguns de nossos habitos sejam tornados publicos, obviamente nao de mameira coercitiva. Se ha uma contra campanha aos valores cristaos, deixem que saibam como vivemos sim. Que se facam slogans e campanhas em prol da bondade, virgindade, etica, apego a familia, contrariedade ao aborto e pro vida....e outros.
Abracos a todos os irmaos e amigos

Marcelo Lemos disse...

Rapaz, esse tipo de campanha serve para mostrar o quanto os cristãos de nosso tempo são alienados. Nós, em nome de uma suposta espiritualidade, invertemos as coisas.

Anônimo disse...

veja ludmila ferber e padre fabio de melo falando sobre intolerancia religiosa no programa do FAUSTÃO domingo:

paRTE
1
http://www.youtube.com/watch?v=NHtCwBet_es



PARTE 2

http://www.youtube.com/watch?v=4DKePA5isyM

Victor Leonardo Barbosa disse...

curto porém excelente post Gutierres. Penso e afirmo isso várias vezes. Não adianta querer que os não crentes vivam como tal, pois os tais não crêem em nosso Senhor.

Só o evangelho fielmente pregado, juntamente com o poder do Espírito Santo, é que pode converter aqueles que são escravos do pecado, grupo no qual nós fizemos parte um dia.

Forte abraço e Deus o abençoe mano!

Laudinei- NEI disse...

Realmente uma campanha deste tipo em um ambiente onde tem não cristãos é inutil.
Talves no ciclo fechado da igreja possa até encorajar alguns mais fracos a tomar posição e ver que é possivel vencer ( com a ajuda de Deus é claro)

Laudinei
exemplobereano.blogspot.com

Maxwell Christo disse...

Entendo e respeito a posição de todos vocês que se manifestaram contrárias a campanha do pr filipe onde muitos de nossos jovens e adolescentes postaram em seus twitters que iriam casar virgem nuss realmente gerou muito deboche mas apesar de não ter partipado e só ter visto depois quero que olhem por outro lado o fato de muitos deles terem a coragem de exercer aquilo que o texto de rm 1:16 diz dentro de todo um contexto do texto destaco "e não me envergonho do evangelho" se se posicionar no meio da crise de valores, ética e carência de guias sérios repito se se posicionar nesse tempo é inultiu por favor me digam o que eh util ? vejo isso como um posicionamento e acho isso mt valido não é evangelismo é posicionamento e testemunho daqueles que não tomam o padrão desse mundo mas que lutam pela renovação da mentalidade Rm 12:2 Evangelismo sem posicionamento e testemunho não dá frutos.

Anna Caroliny disse...

É certo que não devemos praticar tais atos, mas nao adianta nada uma pessoa viver por exemplo a virgindade sem que a motivação de fazer isso seja pimeiramente não desagradar a Cristo pelo simples fato de que seu amor é tão grande pelo Salvador que não quer ficar separado dELE!
Muitas pessoas também pregam a virgindade, a bondade, a honestidade, e até vivem isso, porém estão longe de Cristo.

Vamos fazer a nossa parte de pregar o evangelho que o evangelho faz a sua parte de salvar, regenerar, santificar as vidas!

Anônimo disse...

Uma vez meu pastor disse que deviamos colocar em evidência as coisas que Deus faz na nossa vida, e eu concordo. Claro que vc tem razão quando fala em exortar as pessoas que nem aceitaram Jesus ainda, isso eu concordo, é um erro até fácil de cometer, mas acho legal que os jovens vejam que aquela moça bonita, aquele rapaz descolado, (desculpe os termos não tenho mais 20 anos,rsrs) são cristãos, querem casar virgem e nem por isso são "retardados" e sim jovens como eles. É como se isso levasse a entender que sim tem outro caminho e não é ruim. Quantas vezes o jovem não deixa de conhecer a Igreja por medo de ter que se submeter a Palavra como se fosse algo terrível? Espero ter me feito entender. Deus abençoe a todos!

Cleber disse...

A campanha pode ser pouco útil para evangelismo, mas é útil mostrar que os cristãos são diferentes.

Se judeus e mulçumanos podem afirmar suas diferenças e valores, pq nós não?

Seria errado atacar os incrédulos por pensarem diferente.
Mas a campanha não foi um ataque. Foi apenas uma afirmação de valores.

Não vejo porque ter vergonha de defender nossos valores.
Acho louvável e de muita coragem um jovem cristão se posicionar diante dos valores seculares.

Pr Cleber.