Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Lição 10 - O governo do anticristo

SUBSÍDIO PREPARADO PELA EQUIPE DE EDUCAÇÃO DA CPAD


OS ABUTRES SE REUNINDO

Por John Macarthur Jr.

Outra vez Cristo levanta a questão dos falsos messias: “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhe deis crédito, porque surgirão falsos Cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito” [Mt 24] (vv.23-25). Os sinais das dores de parto ainda estarão chegando em ondas cada vez mais fortes, e cada vez mais difíceis de enfrentar.

E agora os falsos messias terão até mesmo o poder de operar grandes sinais e maravilhas. Estes “milagres” serão tão convincentes que até mesmo os eleitos serão passíveis de ser enganados, exceto por uma coisa – Deus soberanamente capacita as ovelhas de Cristo a ouvirem a sua voz e a distinguirem das vozes dos mercenários e ladrões. “De modo nenhum, seguirão o estranho; antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos” (Jo 10.5). 

A advertência de nosso Senhor parece sugerir que os falsos messias irão, na verdade, se infiltrar nas fileiras daqueles que fogem. Embora o povo de Deus possa fugir das perseguições do Anticristo, eles não conseguirão escapar dos agentes mentirosos de Satanás, que irão evidentemente segui-los até o esconderijo. Mesmo em seu exílio da ameaça da aniquilação, os refugiados constantemente ouvirão pessoas mentirosas afirmar, “Eis que o Cristo está aqui”; “Ali” (v.23). “Eis que ele está no deserto!” Ou, “Ele está nas salas interiores!” Todas estas afirmações serão mentiras, talvez até deliberadamente planejadas para atrair os refugiados para fora do esconderijo. Os crentes são, com antecedência, solenemente instruídos a não darem atenção a elas. 

Então como alguém saberá quando o verdadeiro Cristo finalmente aparecerá? Como o verdadeiro Cristo pode ser distinguido de todas as falsificações? Será óbvio a todos: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do Homem” (v.27). “Eis que vem com as nuvens, e todo olho verá” (Ap 1.7). A sua vinda não será segredo. Repentinamente, publicamente, e gloriosamente, Ele voltará, e a sua vinda será universalmente visível!

 Não só aqueles que estiverem escondidos da perseguição o reconhecerão, mas também os seus inimigos. Ele vem “com milhares de seus santos, para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade que impiamente cometeram e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele” (Jd 14-15).

E quando Cristo aparecer, o seu povo e os seus inimigos trocarão de lugar, como deve ser. Aqueles que estavam se escondendo nas montanhas e cavernas serão libertos de todo medo e perigo, enquanto que os seus atormentadores buscarão refúgio da justa ira de Deus, suplicando que as rochas e as montanhas caiam sobre eles e os escondam da ira do Cordeiro (cf. Ap 6.16,17).

Texto extraído da obra “A Segunda Vinda”, editada pela CPAD.


LEIA MAIS: "As escolas escatológicas" neste link.

2 comentários:

Discípulo de Cristo disse...

Permita-me, apenas tentar fazer uma pequena contribuição ao seu excelente texto:

O reinado do Anticristo terá 3 anos e meio de falsa paz que, segundo minha análise (parte por conjectura e parte por entendimento), será o período que ele implantará sua marca (666) necessária para que todos possam fazer parte do seu sistema (trabalho, religião e comercialização).
Acredito que ele governará no futuro Trono de Jerusalém, no lugar onde não deveria estar (no abominável da desolação) e que as pragas do Apocalipse terão início no segundo período dos 7 anos, ou seja, nos 3 anos e meio restantes, quando o mesmo será desmascarado pela nação de Israel, a qual não lhe dará mais adoração como se fosse o Cristo, pois ele não poderá combater os flagelos do Apocalipse; o que fará com que Israel sofra por parte do Anticristo a grande tribulação propriamente dita, conforme Mateus 24. 15 à 31.
Sabendo-se que, só os remanescentes que se arrependerem de ter rejeitado o verdadeiro Cristo e clamarem por socorro serão salvos do final dos 7 anos; quando Cristo descerá com sua Igreja Glorificada, e prenderá o anticristo por mil anos para implantar seu Governo Milenar na Terra. Período em que o Evangelho será pregado a todas as nações (criaturas) pelos judeus de carne e osso (remanescentes) e não pela Igreja Glorificada que participará do governo de Cristo.

Ao término do governo Milenar, satanás será solto para provar se as conversões ocorridas no Milênio foram por fé ou pela ausência do mal.
Os que foram seduzidos pela besta, serão arregimentado para guerrear contra Cristo na Batalha do Armagedom. E, após a vitória total Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, haverá o Juízo Final, como também, passará o céu e a terra (destruição das coisas materiais) e finalmente reinaremos eternamente com Cristo na Jerusalém Celestial.

Um abraço do Discípulo de Cristo,
J.C.de Araújo Jorge

Anônimo disse...

Uma pergunta, como se sabe que vai haver mais 3anos e meio somando num total de 7 anos, na biblia não consta mais 3 anos e meio e em Mt24 deiz que ele vem como um relampago
Deduzo que após esses 3 anos e meio ele pode vim a qualquer hora e dia, teremos sim uma grande tribulação após esses 3 anos e meio , mas isso não quer disse que teremos mais 3 anos e meio de tribulações, Devemos apenas esperar e orar bastante,pois falar em 7 anos é meio complicado, embasado em quer, chegamos nesse total de 7 anos? A Biblia que o livro da vida e da verdade nada fala em 7 anos, suposições, gera medo e fragilidade. Devemos sim orar, jejuar e seguir os 10 mandamentos e não ir atrás de suposições. Isso tem que ser explicado aos novos crentes, que pensam que teremos o total de 7 anos de grande tribulações após a vinda do Antecristo e a Vinda de Jesus/Deus, se a biblia fala em 3anos e meio de onde surgiu mais 3 anos e meio, onde está escrito? Quero saber, para até mesmo não levantar palavras em vão.