Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Lei de Dockery

Stott e Graham, dois gigantes do evangelicalismo
Por Gutierres Fernandes Siqueira

Vi no ótimo blog do Justin Taylor (link aqui) uma frase do professor David Dockery, presidente da Trinity International University, onde ele define as posições clássicas do protestantismo a partir do que se pensa a respeito de Billy Graham. Ele criou o que podemos chamar de Lei de Dockery:

Um evangélico (ou evangelical) é alguém que gosta do Billy Graham; um liberal é alguém que pensa que Billy Graham é um fundamentalista; e um fundamentalista é quem acha que Billy Graham é apóstata.

Esse aforismo (que é apenas aforismo e não definição acadêmica!) pode ser adaptado para o Brasil da mesma forma. Todos que tentam uma vertente evangelical ora são acusados de fundamentalistas pelos liberais ora são acusados de liberais pelos fundamentalistas.

E que não fique dúvida: o editor deste blog admira intensamente o reverendo batista Billy Graham, assim como reverendo anglicano John Stott, outro grande nome do evangelicalismo. E, especialmente como pentecostal, eu só posso me ver como evangelical, logo porque para o fundamentalista separatista o pentecostal é um servente de Satanás que traz confusão à Igreja do Senhor e para o liberal, não menos pejorativo, o pentecostal é um ingênuo ludibriado por pastores manipuladores. Só no evangelicalismo o pentecostal encontra o devido respeito.

Nenhum comentário: